Testemunhos

Testemunho da peregrina Marina Kuhlkamp

Gabriel Paulino
Escrito por Gabriel Paulino em 13 de fevereiro de 2014

peregrina Marina KuhlkampEm 2004 estive em Medjugorje e senti a vontade de me confessar. Falei com minha filha: “Katia, eu tenho vontade de me confessar aqui também, mas estou olhando estes 25 confessionários e não vejo nada em língua portuguesa.” Minha filha me respondeu: “Mas mãe, você que reza tanto, não tem fé ? A senhora não acha que que Nossa Senhora não vai fazer que você entenda o padre e ele também a sua lingua?”

Um pouco envergonhada eu disse: “Tudo bem, então eu vou! Sei lá, né ?”
Olhei um confessionário que tinha a placa italiano e inglês. Era melhor do que aquelas línguas que eu nunca tinha ouvido falar…

Me confessei e ao terminar, a Mãe teve a doçura de me mostrar que o padre tinha entendido tudo. Para mim ele falava tudo em português.Quando terminei a confissão o padre me perguntou:

“De que região da Itália você é ?”
Ele me compreendeu em italiano. Tudo o que eu disse pra ele foi em italiano.

Respondi pra ele: “Padre, sou do Brasil.”
E ele assustado em seu italiano me respondeu: “BRESIL?”

Não vi Nossa Senhora, mas tive um grande sinal de que Ela está ali cuidando de nós.

Gravado e transcrito por Gabriel Paulino

Salve Maria!

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado.