Sobre Monsenhor André Léonard

monsenhor leonarMonsenhor André Léonard nasceu em Jambes na Bélgica em 06 de maio de 1940, é eclesiástico, teólogo e professor de filosofia católica. Ele é o último de quatro irmãos, todos se tornaram padres. Após ter sido bispo de Namur por quase vinte anos com o nome de André-Mutien é, desde 2010, arcebispo da arquidiocese de Malines-Bruxelles chamando-se André-Joseph.

Desde 1976 é professor de filosofia do Instituto superior de filosofia na Universidade católica de Louvain. Em julho de 1978, dando prosseguimento ao seu trabalho na universidade, foi nomeado presidente do seminário de Saint-Paul, onde dá continuidade a sua obra de filósofo e teólogo. Em 1987 foi nomeado membro da Comissão teológica Internacional, um órgão consultivo da Congregação para a doutrina da fé.

André Léonard tem publicações de inúmeros livros de teologia e filosofia que ilustram uma das facetas de sua ação pastoral, eles tratam, em particular, de temas considerados difíceis quando apoiados estritamente no Magistério. Desta forma, em seu livro A morte e o além o sacerdote evoca as questões escatológicas, recordando que a morte não faz parte do plano original de Deus. Ele não adere a teoria do limbo e rejeita “a doutrina absurda de alguns teólogos recentes segundo a qual […] nós ressuscitaríamos no exato momento de nossa morte.”

Em termos de doutrina ele vive a continuidade do Concílio Vaticano II e do pontificado do Papa João Paulo II, deste acredita que o legado “não está atrás de nós, mas adiante, como um programa.” Está próximo da linha doutrinária e filosófica de Bento XVI.

Maranatha: Vem, Senhor Jesus! Deu nome ao Movimento internacional ecuménico de oração para a cura da humanidada devido a significação escatológica e profunda que têm estas ultimas palavras do Apocalipse de São João.

Monsenhor Léonard é um desses seres extraordinários e notáveis que não justificam

Salve Maria!

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado.