Os olhos do ícone

Testemunho de David J Sheehan – Estados Unidos

Em junho de 1998, quando cheguei em minha primeira viagem a Medjugorje, eu vi o impressionante ícone da ressurreição, na capela da comunidade Cenacolo. Este estranho e belo mural está atrás do altar ali. Cristo, o Alfa e o Ômega, está puxando Adão e Eva para fora de seus túmulos de morte. Suas correntes tinham sido quebradas por martelos e os pregos se direcionavam para dentro do Corpo de Cristo. No lado esquerdo do ícone, o velho testamento é representado pelo profeta João Batista, Rei David e Rei Salomão. Na direita do ícone estão os Apóstolos e um homem jovem, representando os muitos jovens que morreram nos braços de Cristo. Este jovem homem, Nicolas, convertido a

Cristo antes de seu corpo definhar devido a sua cruz da AIDS. O ícone cativou nosso pequeno grupo enquanto nós ouvíamos os testemunhos de dois jovens que tinham se livrado das drogas com a ajuda de Deus de irmã Elvira no programa da comunidade Cenacolo. As histórias dos jovens eram fascinantes, mas eram os olhos do ícone que me espantaram.

Cristo

Cristo parecia olhar para mim, perguntando: “Você confia em Mim ? Você confia em Mim com sua vida ? Você confia em Mim em todas as coisas e Me segue ?” Os outros do grupo deixaram a capela, mas eu fiquei. Eu tive que sair logo quando o nosso motorista veio me chamar, mas eu voltei novamente e de novo, ano após ano. Ó, eu dei a desculpa de que ia comprar na lojinha de souvenirs da comunidade Cenácolo para ajudar os jovens. Eu gostava da música deles e sempre comprava um CD ou dois. Mas, quando ninguém estava olhando, eu voltava para a capela para ficar com o ícone.

Nosso Senhor está presente dentro do Tabernáculo e eu não estou sozinho. Ele também está presente de um modo estranho nos olhos do ícone. É um mistério. Ele não fala, mas não é um Cristo passivo. Ele é um Cristo ativo, tirando Adão e Eva para fora de sua vida de pecado, nos primeiros momentos após o Seu Sacrifício ser consumado. Ele fez por eles o que eles não podiam fazer por si mesmos. Como ele tirou Lázaro de sua tumba em Betânia, ele tira os mortos de suas tumbas na eternidade.

Cristo nos chama com Seus olhos. Não sei se posso confiar neste estranho Homem da Galiléia. Eu preciso de mais informações. Quando pergunto a Ele onde Ele está indo, Ele me responde: “Vem e vê!”.

Tenho medo. Ele pode me mandar para as partes mais escuras do Congo, ou pior ainda, ele pode me mandar para a minha cidade e me fazer testemunhar para os meus vizinhos. Eu preferia ficar aqui. É quieto e cheio de oração, aqui na capela da comunidade Cenácolo com o ícone. É seguro ficar aqui na vila de Medjugorje. Quero ficar, mas devo partir. Devo partir porque tenho que levar Cristo comigo. Devo levá-lo para fora do ícone e de volta ao mundo.

Vamos permanecer aqui por mais algum tempo. Nós não chamamos isto de procrastinação, nós chamamos de meditação. Jesus não teve nada disso. Eu forcei, tive que vir mais perto do ícone. Alguém ou algo me trouxe mais perto. Ele me arrancou para dentro do barco com Suas redes. Eu lutei e chorei por não ser digno. Ele disse: “Eu sei, mas eu tirei você. Venha e me acompanhe. Eu mostrarei a você Ressurreição!”

Nós somos peixes no fundo do barco, lutando por oxigênio, querendo voltar para o nosso velho, confortável modo de vida. Nós conhecemos nossas águas, mas este barco nós não conhecemos, e isto é doloroso. O Pescador nos deixa morrer. Nós morremos para nós mesmos e ao mesmo tempo, tudo se torna escuro. Talvez isto seja o fim.

Então a transformação acontece. Nós começamos a viver novamente para o Mestre e através do Mestre. Ele nos traz de volta. Mas porque ? Porque Ele nos traz de volta para uma nova vida? É o Seu Amor. É o Seu Sagrado coração, onde primeiramente Sua Mãe o concebeu, antes Dela O conceber. Isto é porque Ele nos traz de volta.

O Amor total não morre mesmo que seja pregado numa cruz. Nós os peixes mudamos; não somos mais os mesmos. O que aconteceu ? Cristo veio para dentro de nós com total comunhão. Nós estamos totalmente vivos, totalmente ressuscitados, mas como serão nossas vidas a partir de agora?

Aqui começa o mistério de Jesus Cristo. Jesus nos chama a nos aproximarmos, a olhar dentro de Seus olhos no ícone, e ver através de Seus olhos um outro mundo que está ao nosso alcance. O que este novo mundo se parece ? É um mundo onde a oração e jejum param guerras, onde as pessoas amam-se umas as outras e ajudam umas as outras, sabendo que a bondade a um estranho é um espelho da bondade de Deus, nosso Criador. É um mundo onde as pessoas aceitam ao martírio a negá-Lo. Este é o Reinho de Deus.

Eu ainda tenho medo, mas Cristo me capturou em Sua rede. Ele me pegou com suas mãos atravessadas por pregos e me colocou dentro do barco. Ele me colocou através do ícone para este lado da realidade, para o Real. O peixe se entregou ao Pescador.

Nota do editor: David mora em Crowley. Texas

Fonte: Spiritof Medjugorje

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *